123

Humberto Costa pede que sociedade continue pressão contra reforma da Previdência


Waldemir Barreto/Agência Senado

Em discurso, o senador Humberto Costa (PT-PE) defendeu que as manifestações contra as reformas previdenciária e trabalhista ocorridas em várias partes do Brasil nesta quarta-feira (15) são sinais de que as propostas não serão aprovadas no Congresso Nacional.

O parlamentar voltou a dizer que as mudanças atendem apenas aos interesses da elite brasileira, em prejuízo de direitos dos cidadãos comuns, especialmente mulheres e trabalhadores do campo.

Humberto afirmou que os próprios aliados do governo estão demonstrando resistência às propostas e defendeu que a população continue pressionando a Câmara e o Senado para evitar que as medidas prosperem.

— É importante que cada brasileiro pegue seu deputado federal, seu senador e diga a ele que não aceita nenhum direito a menos, que não concorda com nenhum item dessas reformas que sequer foram discutidas com os principais interessados, os trabalhadores — frisou
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário